ATP Finals: Show de tênis

Dicas para aproveitar o melhor do tênis e de Londres

A vista da Tower Bridge, um dos marcos de Londres

O ATP WORLD TOUR FINALS REÚNE OS OITO melhores jogadores do mundo e também as oito melhores duplas. Por si só, esse fato já torna o evento mais do que especial, esperado e concorrido pelos fãs de todo o planeta.

O sistema de disputa em grupos (duas chaves de quatro tenistas jogando todos contra todos) torna o evento emocionante desde o primeiro dia e há a certeza de que cada jogador atuará pelo menos três vezes.

O torneio é realizado desde 2009 em Londres, na moderníssima O2 Arena com capacidade para 17.500 pessoas. Esta arena, completamente coberta e climatizada, é nada menos que um grande e bem sucedido complexo multiuso de entretenimento em uma das cidades mais multiculturais e vibrantes de todo o mundo.

Quem vai ao ATP Tour Finals desfruta no próprio local do evento de uma estrutura fixa com restaurantes de diversas nacionalidades, desde churrascaria rodízio brasileira, cantina italiana e o americaníssimo T.G.I. Friday’s com costeletas e steaks. Isso sem contar os cinemas, espaço para exposição de artes e até uma pequena boate.

Iluminação da O2 Arena é uma das atrações do ATP Tour Finals

Entretenimento

Para celebrar o final da temporada mundial de tênis, a ATP realiza uma produção visual impecável – simplesmente a maior de todos os eventos do circuito. Um show de luzes, sons, cenografia e emoção é realizado a cada partida. Além disso, a presença de grandes celebridades, atores e músicos famosos na plateia é certa em todos os jogos.

Os tenistas, ao entrarem em quadra, são anunciados como grandes estrelas, que surgem sob holofotes direcionados exclusivamente para eles ao som de rock, no melhor estilo inglês. O show não para por aí: durante os jogos, as arquibancadas têm as suas luzes apagadas e apenas a quadra é iluminada, em tons de azul, com painéis luminosos de led nas laterais mudando a imagem a cada “ace”, “set point” ou anunciando os patrocinadores.

O evento é realizado em duas sessões por dia, uma diurna e uma noturna. Em cada sessão, realiza-se um jogo de duplas e um de simples. São necessários tickets diferentes para cada sessão e, ao final da segunda partida, as arquibancadas são esvaziadas e limpas para as próximas.

Nos intervalos, você poderá ainda circular pela área de apoio do evento, onde assistirá aos treinos, visitará stands e eventualmente aproveitará para tirar fotos com seu ídolo ou estrelas do passado que sempre estão presentes no evento como convidados ou homenageados.

Não há problemas como mal tempo ou eliminações precoces, e cada tenista joga dia sim, dia não. Para quem quer ter a certeza de assistir a algum jogador específico ou ver todos, o segredo é comprar quatro sessões seguidas no período qualificatório (Round Robin), indo ao torneio pelo menos durante dois dias. Dessa forma, você garante ver todos em ação.

Outra dica importante na O2 Arena é a de comprar lugares no Level 100, o anel inferior, sempre que possível. A diferença de preço não é muito grande para o anel superior, mas de visibilidade sim – além dos assentos no chamado Level 400, sempre mais apertados.

London

Como o evento acontece em novembro, é final do outono na Europa e já está frio em Londres. Mas nem por isso a cidade está menos alegre ou cheia de energia. Praticamente todos os lugares estão climatizados e você deve se agasalhar para se deslocar. Porém, sentir-se-á muito confortável dentro das lojas, restaurantes, pubs, shoppings, ou mesmo no metrô londrino, que liga toda a cidade e é uma ótima opção para se deslocar e ir ao torneio, pois para bem em frente à O2 Arena.

Londres é uma cidade segura e moderna, com opções de lazer para todos os gostos e idades. Lá você verá pessoas de todo o mundo numa grande confluência cultural. Entre alguns passeios imperdíveis, os tradicionais, como o relógio Big Ben, o palácio de Westminster e a enorme roda gigante London Eye, estão muito perto e podem ser visitados em um único tour.

A troca da guarda no Palácio de Buckingham é uma das atrações mais famosas e vale a pena ver, pela tradição e organização inglesas. Descendo na estação de metrô de Tower Hill, você estará próximo à Torre de Londres e à Tower Bridge, de onde pode-se ter uma vista surpreendente do rio Tâmisa.

Hospedagem

Para se hospedar, uma dica é ficar no bairro de South Kensington. Perto do Hyde Park, do Royal Albert Hall e do Museu de História Natural. O bairro é repleto de ótimos restaurantes, cafés e pubs e com fácil acesso a Picadilly Square, com seus outdoors de neon, a principal rua de compras de Londres.

Os fãs dos Beatles não devem deixar de ir a Abbey Road, onde fica o estúdio em que foi produzido o famoso disco de mesmo nome. Quanto aos apaixonados por tênis, além do próprio ATP Tour Finals, não se deve perder a visita a Wimbledon, onde poderão ver a cultuada quadra central e conhecer um pouco mais da história do tênis e do clube, com direito a um holograma de John McEnroe dentro do vestiário contando particularidades do mais tradicional torneio do mundo.

Mais informações:
contato@mundotenis.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *