Do Brasil para a Argentina

Depois do Brasil Open e do Rio Open, que tal dar um pulo na Argentina?

 

Em fevereiro, o fã de tênis do Brasil tem inúmeros motivos para ficar ligado não só no que estará acontecendo no país, mas também em nosso vizinho, na Argentina. Logo depois do Brasil Open, em São Paulo, e do Rio Open, ocorre o ATP de Buenos Aires e, em seguida, a primeira rodada da Copa Davis entre Brasil e Argentina, também na capital portenha.

É um oportunidade de ouro para acompanhar de perto alguns dos melhores tenistas do mundo em competições de alto nível e ainda aproveitar para curtir os encantos de uma das cidades mais europeias da América do Sul.

O torneio de Buenos Aires é considerado o mais charmoso da gira sul-americana. Ele é conhecido pelo bom tratamento que oferece aos jogadores e público, com um excelente estádio e ótima visualização dos jogos. Neste ano, sua chave principal começa no dia 23 de fevereiro e, na semana seguinte, de 6 a 8 de março, Brasil e Argentina duelarão pela Copa Davis.

Além de aproveitar os jogos, há outros bons motivos para se animar a uma viagem à capital do nosso vizinho. Um deles é o câmbio, atualmente extremamente favorável, o que torna tudo muito mais barato para os brasileiros. Outro é a gastronomia local, com inúmeras opções de bons restaurantes – principalmente os especializados em carnes – e sem esquecer dos vinhos também. Por fim, Buenos Aires é uma cidade espaçosa, de avenidas largas, convidativa, repleta de passeios interessantes.

Então, para você que se animou, confira, a seguir, algumas dicas para aproveitar o melhor da cidade e das competições.

 

Puerto Madero é a parte mais moderna da cidade, onde estão diversos bons restaurantes na beira do canal do Rio da Prata.

Dicas

– Alguns passeios tradicionais e bairros famosos fazem parte do roteiro turístico da cidade e devem ser visitados como:

Palermo: o bairro mais descolado, com seus parques, bosques, ruas com cafés, em Palermo Soho, e muita badalação à noite em Palermo Hollywood.

Recoleta: um dos bairros mais bonitos de Buenos Aires. Na Avenida Alvear, há palácios históricos ao estilo francês e lojas de grifes. Já na Plaza Francia está o shopping Buenos Design, o Centro Cultural Recoleta e o Cemitério da Recoleta – onde está enterrada Evita Perón.

La Boca: berço do tango argentino, onde fica o estádio do Boca Júniors, o famoso Caminito e suas casas coloridas.

Puerto Madero: a parte mais moderna da cidade, onde estão diversos bons restaurantes na beira do canal do Rio da Prata.

– Saindo um pouco da cidade, vale a pena pegar o trem e ir até a aconchegante San Isidro, a 20 quilômetros da capital, e, no caminho, ir parando pelas estações para tirar fotos ou visitar os antiquários.

– Para quem vai com crianças, o Zoo de Lujan é uma ótima pedida, pois é um dos poucos zoológicos do mundo onde é possível interagir com animais, como tigres, leões e elefantes.

– Um dos melhores restaurantes contemporâneos da América Latina é o Sucre. Perfeito para um jantar a dois ou mesmo com um grupo de amigos. Fica na rua de mesmo nome, Sucre, 676. Especialidades da casa como o “Ojo de Bife Black Angus” ou o “Cordeiro com especiarias” são pedidas certeiras e a adega do restaurante conta com mais de 1.800 garrafas.

– Para quem gosta de uma esticada após o jantar, o Asia de Cuba, é um restaurante às margens do Rio da Prata em Puerto Madero e conta com uma particularidade: torna-se uma boate à meia noite. Os garçons tiram as mesas do meio e os DJ’s começam a tocar. O lugar fica lotado de gente jovem. Sexta-feira é o melhor dia e o segredo é um jantar leve com vinho ou espumante e pedir uma mesa ao lado da pista, que vai ser sua a noite toda.

– No ATP de Buenos Aires, diferentemente dos torneios do Grand Slam, sentar-se perto da quadra não é tão caro e ficar hospedado no mesmo hotel dos jogadores é certeza de encontrá-los e tirar muitas fotos.

– Organize sua viagem com o máximo de antecedência possível. A Argentina é um país com muita tradição no tênis e os ingressos esgotam-se rapidamente.

Mais informações:
luzio@mundotenis.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *